IBGE: Censo agropecuário mostra aumento de área de produção

Indique a um amigo

IBGE divulgou radiografia do campo no Brasil. Número de tratores cresceu, mas número de trabalhadores na lavoura diminuiu.

O IBGE divulgou nesta quinta-feira (26), uma radiografia do campo no Brasil. O Censo agropecuário revela que a área de produção rural aumentou nos últimos anos e o número de trabalhadores na lavoura diminuiu.

Foi-se o tempo em que o barulho da enxada ditava o ritmo do campo. O Censo agropecuário mostra que, de 2006 a 2017, o número de tratores cresceu quase 50%.

Mais máquinas e menos braços. Nesse mesmo período, 1,5 milhão de pessoas deixaram de trabalhar na lavoura. Logo, logo, o gigante de R$ 224 mil vai rugir na fazenda do Fabrício Beckar, em Mato Grosso.

"Como iria preparar um solo por exemplo de mil hectares na enxada? Não há como", diz o produtor rural.

Se a plantação não é mais sinônimo de silêncio, o barulhinho da chuva continua o mesmo. Mas agora o agricultor está fazendo chover a qualquer hora.

O número de propriedades com irrigação aumentou 52%.

No interior da Bahia, Pedro Andrade gastava 1.300 litros por hora pra regar as hortaliças. Mudou o sistema, e passou a gastar 16 litros por hora. 

"O resultado financeiro foi bastante satisfatório. Aumento da produtividade e a menor utilização de água", diz o produtor.

Em 11 anos a área plantada aumentou 5%.  Isso equivale a um território do tamanho do estado do Acre.

"O aumento de produção foi muito superior a esse aumento de área, o que denota um aumento de produtividade muito grande", explica o consultor agrícola Plinio Nastari.

Aumentou também o número de produtores que usam agrotóxicos. Na contramão desse número, um produtor de vegetais orgânicos também conseguiu bons resultados sem agrotóxicos.

"Hoje no mercado ainda faltam produtos para atender o que o consumidor demanda. Então, tamanho desse mercado ainda é gigantesco", diz o agrônomo Eduardo Guimarães.

Os princípios são diferentes, mas o objetivo é o mesmo: a produtividade. Por isso uma plantação sem agrotóxicos reflete muitas das tendências do Censo: o aumento da área cultivada, a diminuição da mão de obra e o uso de novas tecnologias.

Ali, a música clássica ajuda a plantação a crescer. O Censo ainda não conta violinos, mas mostra que o campo mudou muito.

Fonte: Jornal Nacional

Indique a um amigo