'Boom' agrícola transforma economia russa

Indique a um amigo

Durante os primeiros cinco meses de 2018, a Rússia exportou alimentos no valor de 9,5 bilhões de dólares (R$ 35 bilhões), o que significa um aumento de 29,5% em relação aos volumes registrados durante o mesmo período de 2017. Em particular, as exportações de trigo cresceram para 17,1 milhões de toneladas, informou o canal de televisão russo RT.

A Turquia mais que dobrou as importações de trigo russo (2,4 vezes), a Letônia - em 3,4 vezes e o Vietnã em mais de 19 vezes. O volume das exportações de óleo de soja cresceu 7,3 vezes, enquanto as vendas de sementes de soja aumentaram 2,5 vezes, para 509.000 toneladas. 

As exportações de chocolate também dispararam nos primeiros cinco meses de 2018. Em maio, a Rússia vendeu chocolate e seus derivados no valor de 222 milhões de dólares (R$ 823 milhões), um aumento de 30,1%.

Nos últimos anos, a Rússia tem tentado diversificar sua economia, baseada nas exportações de petróleo e gás. O presidente russo, Vladimir Putin, ordenou que o governo russo apoie as exportações de outros setores que não o energético, para que alcancem um volume de negócios de 250 bilhões de dólares (R$ 926 bilhões) até 2024.

Em 2017, a Rússia exportou produtos alimentícios e matérias-primas agrícolas no valor de 20,7 bilhões de dólares (R$ 77 bilhões). Desde 2000, as exportações russas de alimentos cresceram 16 vezes. Em 2016, o país se tornou o líder mundial nas exportações de trigo.

Fonte: Sputnik Brasil

Indique a um amigo