Importação de trigo cresce 30% em julho mesmo com dólar elevado

Indique a um amigo

Mesmo com o dólar mais valorizado, o volume de trigo importado em julho foi o maior desde outubro de 2016, somando 757,55 mil toneladas, segundo a Secretaria de Comércio Exterior (Secex). Isso também representa aumento de quase 30% frente a junho. 

As aquisições, segundo pesquisadores do Centro de Estudos Avançados de Economia Aplicada (Cepea), estão ligadas à baixa disponibilidade do cereal de boa qualidade no mercado brasileiro. No geral, o país intensicou as compras dos Estados Unidos, mas reduziu um pouco as aquisições da Argentina, devido à menor competitividade do grão argentino. Com o dólar médio de R$ 3,83 no mês passado, o preço da importação foi de R$ 919,79 por tonelada FOB (Free on Board), contra R$ 850,91 por tonelada em junho. No Brasil, por outro lado, as cotações oscilaram, reetindo as incertezas quanto à comercialização do cereal.

Fonte: Canal Rural

Indique a um amigo