Trigo e milho tocam mínimas de 1 mês em Chicago; soja também recua

Indique a um amigo

Os contratos futuros do trigo negociados na Bolsa de Chicago fecharam em queda nesta quinta-feira pela quarta sessão consecutiva, por vendas técnicas e pressionados pelos dados decepcionantes sobre as exportações dos Estados Unidos.

O contrato dezembro do trigo em Chicago recuou 3,50 centavos de dólar, para 5,4175 dólares o bushel, depois de tocar 5,355 dólares, a mínima desde 25 de julho.

O Departamento de Agricultura dos EUA reportou que as vendas de exportação de trigo norte-americanas na semana passada somaram 239,8 mil toneladas, uma mínima de seis semanas e abaixo das expectativas do mercado de 450 mil a 850 mil toneladas.

mercado de milho também recuou, pelo quinto dia seguido, pressionado por vendas técnicas e como resultado do aumento das expectativas de uma grande safra norte-americana com os relatórios da expedição técnica anual das lavouras dos EUA.

O milho para dezembro cedeu 5,75 centavos de dólar, a 3,61 dólares o bushel, depois de recuar para 3,605, sua mínima desde 19 de julho.

O Conselho Internacional de Grãos aumentou a sua previsão para a produção global de grãos em 2018/19, para 1,064 bilhão de toneladas, alta de 12 milhões ante a sua estimativa mensal anterior.

A expedição técnica das lavouras também elevou as expectativas para a safra de soja dos EUA, pressionando os preços da oleaginosa.

O contrato novembro da soja caiu 16,25 centavos de dólar, para 8,54 dólares o bushel.

Fonte: Último Instante

Indique a um amigo